• Dra Alyne Gabrielly Borges Corrêa

Estrabismo em criança desaparece sozinho?

Papais e mamães, esse é um assunto muito sério!


Infelizmente, algumas pessoas têm a idéia errônea de que estrabismo em criança melhora sozinho, com o crescimento.


Criança com estrabismo convergente. Menina com olho torto para dentro.
O estrabismo da criança não desaparece sem tratamento.

Fiquem atentos e não se enganem!


Se a sua criança tem mais de 6 meses e continua entortando o olho, algo está errado e precisa ser investigado e tratado.


O estrabismo pode ser horizontal (para dentro ou para fora) ou vertical (para cima ou para baixo), e pode ser fixo ou intermitente (às vezes o olho fica torto e às vezes fica reto).


Existem inúmeras causas de estrabismo infantil, dentre elas:


- grau elevado de hipermetropia

- ambliopia (olho preguiçoso)

- estrabismo congênito

- problemas neurológicos

- patologias oculares como catarata congênita, retinoblastoma, leucoma corneano etc.


O tratamento varia de acordo com o tipo e a causa do estrabismo.


Dentre as opções de tratamento, destacam-se:


- óculos

- correção cirúrgica

- aplicação de toxina botulínica


Tampão não trata o estrabismo. A oclusão é utilizada quando existe ambliopia associada e serve para estimular o desenvolvimento visual do "olhinho preguiçoso".


Ao suspeitar que seu(sua) filho(a) tem estrabismo, procure um oftalmologista especialista para garantir que ele tenha tratamento e acompanhamento adequados.


Quanto antes iniciar o tratamento, maiores são as chances de sucesso e boa qualidade de visão no futuro.


Espero que essa informação tenham sido úteis.

Encaminhe para quem precisa saber.


Com carinho,


Dra Alyne G. Borges Corrêa

Oftalmopediatra - Especialista em estrabismo adulto e infantil

CRM 127809 / RQE 41326



38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo