• Dra Alyne Gabrielly Borges Corrêa

Terapia com hormônio do crescimento e os olhos das crianças

A terapia com hormônio do crescimento, conhecido como GH, é indicada para pacientes com deficiência de GH, síndrome de Turner, crianças nascidas pequenas para a idade gestacional, crianças com insuficiência renal crônica, crianças com baixa estatura idiopática, dentre outras indicações.



Menina fazendo tratamento com hormônio do crescimento GH
Tratamento com hormônio do crescimento e os olhos das crianças


É um tratamento considerado seguro e os seus efeitos colaterais são raros.


No entanto, essa terapia pode afetar os olhos de duas maneiras.


A primeira é que pode acelerar a progressão da miopia em crianças que já apresentam miopia ou que têm uma predisposição genética para tal.

O GH não faz com que a criança fique míope, mas pode acelerar o problema de visão existente.


Além disso, o GH pode aumentar a pressão do líquor, fluído que envolve o cérebro.

Esse efeito pode ocorrer em 1 em cada 10.000 crianças. O aumento da pressão intracraniana leva ao edema (inchaço) do nervo óptico e, apesar de raro, é importante que os pais estejam alertas aos possíveis sintomas:

- dores de cabeça repentinas e frequentes (podem vir acompanhadas de náuseas e vômitos)

- dores de cabeça que pioram à noite ao deitar

- sensibilidade à luz

- visão dupla


Caso a criança apresente qualquer uma dessas queixas durante o tratamento com o hormônio do crescimento, ou refira embaçamento visual para longe, procure imediatamente o Oftalmologista.


É recomendável que todas as crianças que forem iniciar a terapia com GH façam uma avaliação oftalmológica prévia e depois façam exames regulares durante todo o tratamento, mesmo que não apresente sintomas.


Com carinho,


Dra Alyne Gabrielly Borges Corrêa

Oftalmopediatra

CRM 127809 - RQE 41326



29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo